Monumentos

Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Sobral da Lagoa

Igreja de Santiago

Erigida por ordem do rei D. Sancho I em 1186, provavelmente no lugar onde ser ergueu a mesquita islâmica, esta igreja servia para a assistência espiritual aos Alcaides, à guarnição militar e era a “capela” da Corte e das rainhas de Portugal aquando das suas estadas em Óbidos.

Foi sede da paróquia e colegiada de São Tiago desde o século XII até ao século XIX, altura em que integrou a Paróquia de Santa Maria.

Profundamente danificada em 1755, a primitiva igreja, com construção e obras que cobriam o românico, o gótico, o renascimento e o maneirismo, foi totalmente reconstruída, desta feita ao estilo barroco neoclássico, mas sem o brilho e a riqueza de épocas anteriores.

Do primitivo templo resta uma tábua representando S. Tiago Maior (de cerca de 1550), provavelmente uma obra do pintor régio Luís de Morales; tem também uma excelente escultura de Cristo Ressuscitado (de cerca de 1580) ambas no Museu Municipal e uma imagem de Santo António (realizado na Flandres, em meados do século XVI).

Partilhar: